TECNOLOGIA A SERVIÇO DA SEGURANÇA TOTAL

Edição: 
Nº 65

TECNOLOGIA A SERVIÇO DA SEGURANÇA TOTAL

Conheça em detalhes o LIVe – lifeguard vehicle, principal solução desenvolvida pela SITECH Brasil

Um dos maiores desafios da história da SITECH Brasil foi desenvolver um sistema para atender a necessidade de segurança dos trabalhadores envolvidos em operações de risco. Em 2015, os clientes começaram a buscar soluções, e coube à SITECH iniciar naquele ano o desenvolvimento de uma tecnologia inovadora, baseada na operação de máquinas por controle remoto. O sistema foi aperfeiçoado e evoluiu para um processo completo de construção baseado no conceito de engenharia 4.0, que hoje é considerado pioneiro, segundo o gerente-geral da SITECH Brasil, Marx Gutierrez. “De todas as nossas inovações, a mais relevante é o LIVe – Lifeguard Vehicle –, que consiste em um sistema de teleoperação para máquinas e caminhões, hoje muito utilizado na descaracterização de barragens e em serviços que possam trazer algum risco para os operadores de máquinas”, conta Gutierrez.

Passo a passo

A SITECH desenvolveu o sistema em tempo recorde há seis anos, mas a tecnologia apenas engatinhava. “A necessidade de outros clientes foi gerando um aperfeiçoamento”, lembra Gutierrez. “Passamos a desenvolver controle  remoto com maior volume agregado. A transmissão passou a ser via câmera com acesso das imagens por tablet. Depois veio a operação em longa distância”, relembra.

Avanço

O aperfeiçoamento gerou uma engenharia 4.0. “Hoje, a operação leva em conta não somente o controle das máquinas, mas situações ligadas à topografia, à medição do serviço e controles tecnológicos. Trata-se de uma engenharia que garante 100% de segurança para uma obra ou operação de descaracterização de barragem”, explica o gerente-geral da SITECH. “E a engenharia passa ainda por outras operações que possibilitam, por exemplo, a supressão vegetal, manobras de vagões de trem, evitam a movimentação de material radioativo e ainda uma série de situações que possam trazer algum risco às pessoas envolvidas”, completa. O principal benefício do LIVe é a segurança. O sistema resguarda não somente o operador da máquina, mas também evita a presença numa área de risco de trabalhadores que executam o serviço ligado à topografia do terreno. “O LIVe é o único modelo de teleoperação que conecta o sistema 3D de precisão entre equipamento e controle”, detalha Gutierrez. Outra propriedade são os controles do painel da máquina na tela, além de um sistema que permite ao operador saber para onde o equipamento está se direcionando. “Hoje, podemos operar uma máquina que está, por exemplo, a 25 km de distância” aponta o gerente-geral da SITECH, que ainda enfatiza a alta tecnologia de telecomunicação envolvida no sistema. “Os rádios full mesh Rajant permitem a conectividade entre máquina e operador, transmitindo dados e imagens em tempo real.” Gutierrez destaca o pioneirismo do LIVe. “Hoje temos 17 máquinas conectadas numa mesma rede”, contabiliza o gerente, lembrando ainda os diversos avanços do LIVe. “Foram mais de 25 novos desenvolvimentos, entre sistema de radar, câmera de ré, assistência de manobra, soft ware próprio, cockpit de operação.”

Futuro

Sobre o futuro, ele acredita que o LIVe ainda será por um bom tempo a tecnologia mais impactante da empresa, sem descartar, no entanto, a possibilidade de surpreender mais o mercado. “É marca da SITECH Brasil e da Sotreq a busca incansável por inovação”, finaliza.

TECNOLOGIA (SITECH)